Erechim/RS - 99.702-153, Av. Tiradentes, 4220, Bairro Cristal
0800 750 5576
(54) 3015-8366

MRP: Planejamento e Alocação de Recursos Industriais

Hoje em dia com a expansão das indústrias, há uma exigência em todos os níveis de planejamento, controle de processos, despesas e qualidade. O mercado oferece diversas ferramentas e metodologias para alcançar a planejamento industrial da melhor forma, e uma das opções que está demonstrando eficiência para o planejamento industrial é o MRP.

O que é MRP?

MRP é uma sigla que vem do inglês, Material Requirement Planning, que pode ser traduzida como Planejamento de Necessidades de Materiais.

Esta ferramenta surgiu, devido as indústrias se depararem com necessidade de contar com um sistema automatizado, onde pudessem planejar e alocar os recursos necessários para terem um bom andamento da produção, devendo ser além de suficiente, de qualidade.

Com os passar dos anos a ferramenta foi melhorada, e permite fazer cálculos complexos, que incluem volume de produção, tempo de fabricação e as matérias primas usadas. É totalmente integrada ao setor de vendas, permitindo prever as necessidades da produção, como materiais necessários e níveis de escassez, informações que são determinantes na tomada de decisões da empresa.

Como aplicar?

O MRP é fundamental para que as indústrias consigam controlar e planejar a produção diária da empresa, podendo ter um controle maior dos fornecedores adequados para o momento. Mas para a ferramenta funcionar adequadamente, é necessário que os gestores alimentem o sistema da forma adequada, levando em conta sempre a carta de pedidos, para que os cálculos de materiais, de tempo de entrega e de estocagem sejam feitos corretamente.

Vantagens de ter o MRP?

Este sistema no primeiro momento foi desenvolvido para as indústrias manufatureiras, no entanto, a partir dos anos suas funcionalidades foram expandidas para diversos setores do segmento industrial.

O MRP proporciona vantagens fundamentais para uma boa gestão:

  • Controle de demanda atual;
  • Gerenciamento da carteira de pedidos;
  • Controle de estoque;
  • Controle de logística;
  • Planejamento de estratégias de engenharia;
  • Controle financeiro de todo o processo industrial.

Cuidado!

O sitema MRP não deve ser usada de forma isolada dos demais processos da Indústria, pois não terá o resultado esperado. Para ter o funcionamento correto da ferramenta é necessário ter um ERP de Gestão integrado.

Só assim terá o controle e a gestão industrial da melhor maneira.

Conheça o SIA ERP Indústrias, e saiba como está ferramenta pode fazer a diferença. Fale com nossos consultores.